RS: genética Angus é caminho da pecuária do futuro, destaca ABA

RS: genética Angus é caminho da pecuária do futuro, destaca ABA

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Rate this article:
No rating

Rio Grande/RS

A expansão da produção agrícola nos campos gaúchos e a escassez de recursos naturais exigirão da pecuária do futuro alta eficiência e rentabilidade. O caminho para um sistema enxuto e altamente lucrativo está em melhoramento genético e na escolha adequada de reprodutores de excelência adaptados à realidade de cada propriedade.

A posição foi defendida pelo médico veterinário e gerente de fomento da Angus, Mateus Pivato, durante a primeira palestra do circuito Touro Angus Registrado, na noite desta terça-feira (08), no Sindicato Rural de Rio Grande. A agenda segue nesta quarta-feira (09) em Bagé e na quinta-feira (10) em Santana do Livramento. “Vamos ter que produzir com menos água, menor terra e menos mão de obra”, frisou ele a uma plateia de cerca de 60 criadores da Metade Sul do Estado.

Organizado pela associação em conjunto com o Núcleo Sudeste de Criadores de Angus e Sindicato Rural de Rio Grande, o evento contou com expoentes da pecuária gaúcha, como o criador Genuíno Ferreira, da Fazenda Calafate, de Rio Grande. Com 96 anos, ele tem mais de 60 anos dedicados à criação de Angus aliada à produção de grãos. Atento à apresentação, ele parabenizou o presidente do Sindicato Rural de Rio Grande, Ronaldo Zechlinski, pela reunião e garantiu: irá levar os conhecimentos para a propriedade, onde produz terneiros Angus. “É um exemplo de vida”, resumiu Zechlinski , referindo-se ao amigo. O presidente do Núcleo Sudeste de Criadores de Angus, Luiz Renato Reis, também participou do evento que teve degustação de cortes Angus preparados com esmero pelo assador Pedro Zechlinski.

Ainda durante a apresentação técnica, Pivato destacou as características que fazem da Angus uma raça de ponta em rentabilidade, como facilidade de parto, habilidade materna, precocidade, fertilidade e qualidade de carne. Contudo, alertou que a escolha do melhor touro registrado deve levar em conta peculiaridades de cada propriedade. “Quando falamos em touro, temos que ter em mente duas coisas: sistema de produção e objetivo do criador”.

Em defesa do uso do Touro Angus Registrado, o médico veterinário lembrou que quem registra seus animais tem controle da produção e seleciona sua genética com foco em produtividade e que quem a utiliza tem garantia de um produto uniforme. “A seleção com o tempo aumenta a o desempenho do rebanho. Touro Angus Registrado é investimento que se paga e traz benefícios para todos os planteis”, ressaltou, mostrando tabelas que comprovam o retorno de aplicar em genética de alta qualidade.


Fonte: Associação Brasileira de Angus (ABA) 

Number of views (87)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Suínos

Bovínos

Frango/Ovo

Leite e Derivados

Carne e Derivados

Madeira Cavaco

Mercado Financeiro

Cotação (máx)
R$ 131,00
Cuiaba/MT *
R$ 132,00
Maraba/PA *
R$ 133,00
Goiania/GO *
R$ 134,00
CampoGran/MS *
R$ 134,00
TresLagoas/MS *
R$ 135,00
Dourados/MS *
R$ 136,00
BeloHoriz/MG *
R$ 136,00
Triangulo/MG *
R$ 60,10
Soja/PR
R$ 61,00
Soja/SC
R$ 27,17
Milho/PR
R$ 29,75
Milho/SC
R$ 1.400,19
Bezerro/MT *
R$ 3,17
Dólar



Powered by BlueServer
O Boi Pesado é um veículo de propriedade do Grupo Agro.

Endereço: Bairro Santa Maria, Rua Curitiba, 727d. CEP 89812150. Chapecó - SC.

Telefone: (49) 3304 - 9240.